16 de novembro de 2009

Só para dar satisfação

Estou em Buenos Aires- ARG, capital de inverno dos brasileiros. Estou de férias. Férias ou castigo? Ainda me pergunto.

Independentemente do clima, calor ou frio, em Buenos Aires a “humildade” relativa do ar é baixíssima.

O sol na bandeira nacional é um lembrete que vou escrever em 'portunhol', língua mais falada por aqui: “En questán de brilho, falta superarmos usted, sol”. Humildes, não?

Aqui não tem meio termo em relação aos carros e as mulheres. Tem carro muito velho, como o da Polícia Federal, ou muito novo. As mulheres são muito bonitas ou muito feias.

Constatei que não existe espelho nos hotéis. Desde o mais luxuoso a qualquer espelunca. Porque se o turista refletir bem... Deixa a Argentina imediatamente. E, fala:“Tem lugar melhor no mundo!”


Também frequentei a periferia de Buenos Aires. Fui ao pitoresco e colorido bairro de imigrantes italianos, Boca. Tive acesso ao estádio do Meia Boca Jrs. Olha só a foto que tirei do La Bombonera.


Do lado de fora tem a calçada da fama, onde os pés dos principais craques da equipe estão cravados e eternizados. Mas, por irônia, os pés de Maradona não estão aqui. Repare.

Nem 'El Pibe' pisa no bairro. É perigoso, principalmente de noite. Na foto debaixo flagrei dois ícones da história argentina: Xuxa e Iarley que jogou no Meia Boca Jrs. e, hoje, joga no Goiás.

Definir o argentino como arrogante seria muito simplista. Encontrei uma definição mais sofisticada. Argentino é uma mistura de índio com espanhol que se acha inglês com cara de italiano que tem ciúmes de uruguaio e inveja de brasileiro. Entendeu?

A arquitetura dos edifícios, dos cafés com mesinhas nas calçadas, parques, praças, revela uma Buenos Aires com um lado “aristoantipático”. Verdade.
A casa Rosada, sede do governo, foi inspirada na casa rosa da Xuxa, no Rio. O ex- presidente Carlos Menem, amigo e fã da apresentadora, idealizou a residência oficial. Lá dentro está a única beleza natural do país: Cristina Fernández de Kirchner.

Aqui ela é conhecida como “Cretina” Kirchner por causa da maneira ‘Lula’ de governar. Quem manda no país, de fato, é o marido e ex- presidente, Nestor. Contudo, tenho uma certeza. Na Argentina não tem primeira dama.
O Obelisco é uma cópia do pirulito da praça sete, em BH. Se chama Obelisco porque todos tentavam tira um pedaço do monumento com a mão. Ficavam beliscando. Daí... Obelisco.

Este monumento fica na Avenida 9 de Julho, data da independência da Argentina. Eles deram mala aos espanhóis no dia 9 e, no dia 10 riscaram a palavra ‘humildade’ do dicionário deles.
Depois eu volto. Claro que eu volto!

2 comentários:

Naty Bomfim,  16 de novembro de 2009 20:35  

Não tem espelho nos hotéis???ÓÓÓtima observação. Volta logo mesmo, hein? Estamos com saudades de você no "Obelisco". Uhhhuuuuu...aahhh, e as fotos estão muito bonitas!!! ;-)))

Anônimo,  16 de novembro de 2009 21:29  

As fotos estão muito bonitas, e bem tiradas rsrrsrssr.
Bjs

  © Macaquices - Design by Emporium Digital

Back to TOP